terça-feira, 8 de setembro de 2009

Inversão




Amanheci noite. Essa dubiedade existencial inquietante povoa mais meu pensamento que a chuva de granizo que cai no asfalto e em meu apartamento. Teto, anseio e solidão...são canções que fermentam meu dia-a-dia, definição: Ela é muitas! obrigatoriedade errônea gramatical, ser plural é necessário e os medos vou depositando nas gavetas do armário junto aos amores recortados em cartas, fotografias e pétalas secas, passado.

Não quero ser invasiva , evasiva ou covarde e é por isso que sou calculista (do bem). Anoiteço enquanto é dia. Como é bom ser contradição e poesia.

(Juliana Trentini)

P.S:. Textinho feito de presente para Marana, Hellen e para mim mesma...é um mix de todas nós, penso eu ou não.

6 comentários:

  1. Que lindo juuu! Adoreeei! ^^pois é tá vendo minha dubiedade é muito frutífera hehe

    ResponderExcluir
  2. Anoiteço enquanto é dia. Gostei disso. Ah, cheguei por aqui através do blog de Patrícia. Um link puxa o outro... =)

    ResponderExcluir
  3. Muito grata por sua visita
    e por seu delicado comentário.
    Vim retribuir a visita, e igualmente
    dizer, que apreciei muito seu espaço.
    Em estética e poética.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Wellington Fernandes17 de setembro de 2009 19:35

    Amanheço noite todos os dias...
    Acho que se deve a exitência dessa tal de dubiedade em mim também

    ResponderExcluir
  5. Wellington Fernandes17 de setembro de 2009 20:00

    indiquei seu blog no meu twitter

    ResponderExcluir