segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Diário da Ju II



A lua está falando na minha janela, sinto cheiro de vinho e poesia... mas me abstenho à propostas indecorosas e vou alimentando minha solidão noturna, abrilhanto meu pensamento com a intensidade das estrelas.

Ouço os prantos dos amigos e conforto-os em distância. Por que todo mundo que eu gosto vai embora? Tenho esse talento incrível para despedidas e sinceramente, eu detesto! Paradoxalmente adoro sentir saudades, é uma dor aguda e fina e deliciosa, tem sabor de amor e de força, palavra exclusiva da língua portuguesa e tão comum para os nossos sentidos humanos... Saudade você não fez da minha vida uma rua sem saída, mas estreitou minhas relações e é em um beco que desembocam todas as palavras múltiplas que representam uma única significância: O valor!

E esse valor cor de ouro me faz ser interprete da lua, me faz enxergar a cor do vento e me faz ser feliz entoando um lamento.

Saudade, saudade, saudade... Vai passear na rua e avisa que eu espero o que for preciso, pois não há nada mais importante que um amigo ou um amor ou bem qualquer, não há nada mais importante que ser sensível às razões de outrem, não dá pra ser egoísta o tempo inteiro e é por isso que eu sempre sinto saudades de alguém.

(Juliana Trentini)


Aperitivo poético do dia:

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

(Carlos Drummond de Andrade)

5 comentários:

  1. Lindinha essa ai até deu saudades de ti...
    ei querida sabe dizer se vai tocar alguma coisa hj no pepper´s?
    to indo para la hj a noite, vamos?

    bjnhs

    ResponderExcluir
  2. Wellington Fernandes10 de outubro de 2009 14:28

    Muito bom...
    o(s) diário(s) da Ju sempre são os melhores.
    =)

    ResponderExcluir
  3. Dia desses eu escrevi exatamente sobre isso, saudade! Claro que não tehno toda essa habilidade e encanto poético nas minhas palavras.
    =)

    ResponderExcluir